Letters to my Children

Giulia is 11 months !

[GIULIA, 11 MESES]

Filha, hoje voce fez 11 meses de vida. Você já engatinha, fica de pé e reclama que ainda não consegue andar. Você já não apenas olha pro seu irmão o dia todo, atenta em tudo o que ele faz. Agora você segue ele, que fica estressado, grita, e sai correndo como se você fosse um personagem do filme sexta feira 13. Sim, explico pra ele que você nasceu perto do dia do Halloween, mas que é irmãzinha dele, linda, fofa, inofensiva e que não oferece perigo algum. Mas ele não acredita, e você pegando todos os brinquedos dele quando ele está brincando não ajuda muito né? 

Você já come de tudo. Arroz, feijão, sopa de lentilha, tomate, queijo, frango, cenoura, sola de sapato e ração de cachorro. As duas últimas citadas foram introduzidas por você mesmo, que não pára quieta um segundo e engatinha mais rápido que coelho fugindo de raposa, não me dando nem tempo de limpar o chão antes de você dar a largada. Você já aprendeu a jogar comida para os cachorros, já fala “mamamamama” o tempo todo, e já abre e fecha gavetas.

Mal acredito que esses 11 meses passaram tão rápido e que daqui 30 dias minha bebê vai fazer 1 ano. Meus hormônios já voltaram ao normal, pro bem do seu Pai, diga-se se passagem. Minha barriga ainda não voltou ao normal, mas isso não tem importância, quando eu me sinto tão sortuda de ter você escalando minhas pernas e pedindo colo, sorrindo pra mim e fazendo eu me sentir a pessoa mais importante do mundo pra você. Feliz 11 meses, minha gatinha. Ah, o amor. #maternidaderealizada

 

next one
Never eat alone.
[DAS COISAS QUE EU QUERO QUE MEUS FILHOS APRENDAM] Giulia, meu amor, pra você nunca se esquecer que você jamais vai comer sozinha enquanto tiver [...]
error: Content is protected !!